Opiniões
Design de Processos


Consiste em projetar uma nova versão do processo com foco no fluxo de valor, independente das áreas funcionais que realizam o trabalho devido à natureza interfuncional dos processos.




Design de Serviços

Projetar serviços mais eficientes e eficazes para satisfazer as necessidades e desejos das organizações e dos usuários.

Tem como grande diferencial, levar tanto clientes quanto colaboradores para o processo de entender e pensar o serviço oferecido, criando propostas mais relevantes para os usuários e mais eficientes para as empresas.

Conteúdo relacionado » Carta de Serviço ao Usuário


Entrega Plena de Valor

A partir da priorização do processo ponta a ponta a ser melhorado e transformado, inicia-se o planejamento que tem entre seus objetivos definir e comunicar o escopo, o esforço, os recursos e os critérios de sucesso para o projeto, além de estabelecer as premissas para assegurar a consistência na entrega plena de valor e a sustentabilidade da Gestão por Processos como disciplina de gestão.

A seguir, executa-se uma revisão do escopo do processo, em que serão compreendidas e documentadas suas tarefas, atores e respectivas trocas, identificando indicadores de desempenho do processo, regras de negócio e de agências regulatórias, processos de suporte/gerenciamento e recursos necessários para sua execução.

Uma análise do processo atual identificará oportunidades de melhoria, eliminando e/ou reduzindo gargalos, cancelando tarefas que não agreguem valor, reduzindo o número de passagens de controle (handoffs) do processo, identificando as causas-raiz de ineficiências, além de apontar e implantar mudanças de ganhos rápidos e estabelecer objetivos e metas para o novo processo.

Conteúdo relacionado » Construção da Arquitetura de Processos


Novo Modelo de Operação

A partir da aprovação de um Plano de Negócios que comprove os benefícios da mudança, é traçado o Plano de Implementação que orientará as ações para construção e testes de um piloto do novo processo, incluindo, eventualmente, automações e integrações com outros sistemas de tecnologia de informação.

Concomitantemente, é preparado o Plano de Implantação que orientará as ações de Gestão da Mudança e alinhará recursos humanos e de tecnologia da informação necessários ao sucesso da transformação do processo quando entrar em operação.

Conteúdo relacionado » Estrutura de Trabalho


 

Processos como ativos